Pages

Escolha outra cor para o Blog

terça-feira, 8 de novembro de 2011

10 passos para você dar um fim às pontas duplas


Elas vêm, elas vão... E cortar os cabelos ainda é a melhor solução para acabar com as pontas duplas, o que não impede que voltem
Mas, é possível prevenir, ao invés de passar a tesoura toda hora. Para dar adeus problema, siga esses 10 passos, ensinados por quatro especialistas em cabelos: as dermatologistas Marilis Lamelas (SP) e Renata Boechat, da clínica Longevitá (RJ), a esteticista Fátima Pontes (SP) e Sônia Nesi, hairstylist do Studio de Beleza que leva seu nome (RJ).

1. Situações de risco
O primeiro passo é saber que cabelos agredidos vão se rebelar. Fios que já sofreram muitos processos químicos têm mais chances de ter pontas duplas, alertam as quatro profissionais entrevistadas pelo iG. Portanto, procure fazer o mínimo de intervenções possível, como exagero de alisamentos, tinturas e descolorações.

2. Escolha bem os produtos
Use sempre cosméticos de boa qualidade, desde o xampu. E lembre-se de aplicar o condicionador após todas as lavagens. “Mas, retire bem os resíduos, pois o acúmulo do creme pode estragar o cabelo”, diz Fátima Pontes. Outra dica é optar por produtos que contenham filtro solar. “Principalmente durante os banhos de piscina e mar”, indica Marilis Lamelas.

3. Progressiva, escova e chapinha
Os processos para alisar os fios são os maiores causadores de pontas duplas – Isso vale para quem faz progressiva ou usa secador e chapinha em casa. “Esses processos desidratam a fibra capilar e fazem com que as pontas se abram” explica Sônia. Portanto, atenção: Evite usar o secador na temperatura máxima. Mantenha a distância indicada pelo fabricante e nunca retire o bico do secador. Ele diminui a incidência do ar quente. As chapinhas também são muito agressivas, portanto, não exagere no uso. Se não passa pela sua cabeça assumir os cachos, ao menos, diminua um pouco a freqüência da escova.  “Essas técnicas causam traumas físicos aos cabelos. Para atenuar os danos, utilize um produto a base de silicone antes da escova ou prancha”, ensina Marilis.

4. Esqueça a pressa
Não faça nada sem paciência. Se lavar com pressa, não vai retirar bem o xampu e o condicionador. Se secar correndo, vai acabar usando a temperatura máxima do secador ou passar a chapinha com os cabelos ainda úmidos. Jamais faça isso! E se está atrasada, não adianta prender os cabelos ainda molhados. Isso também destrói os fios e prejudica até o couro cabeludo, pois pode desencadear uma seborréia.

5. Cuidados ao cortar
Cortar a parte danificada ainda é a melhor solução para acabar com as extremidades duplicadas. Por isso, procure não ficar muito tempo sem acertar o cabelo. “O ideal é ir, pelo menos, de dois em dois meses ao salão”, diz Fátima. “E não tente resolver o problema por conta própria, eliminando cada pontinha bifurcada com tesoura de aparar as unhas”, alerta Sônia. “Se os fios forem grossos, fuja dos cortes com navalha, que deixam a ponta mais larga do que o comprimento do fio. Isso aumenta a incidência de pontas duplas”, complementa.

6. Muita tintura, não!
A tinta não é a maior vilã, não. Porém, se o cabelo já está danificado, é bom evitar. “Qualquer processo químico piora o quadro de pontas duplas, porém, não podemos dizer que a tintura é a responsável”, explica Marilis. “Mas, claro, que se a pessoa muda de cor várias vezes, em curtos espaços de tempo, vai ter problemas com as pontas”. E muito cuidado ao descolorir. Esse processo resseca profundamente o cabelo, e deixa os fios mais frágeis e propensos a quebras.

7. Cabelos coloridos, cuidado redobrado
“Quem usa coloração tem mais um motivo para prevenir as pontas duplas”, explica Renata. Isso porque, além da agressão, a luz solar pode oxidar os pigmentos, desbotando a cor e prejudicando os fios. “Quando submetidos ao sol, ao vento e à poluição, os cabelos ficam menos resistentes e a possibilidade de quebrar e aparecer pontas duplas é bem maior”, diz a dermatologista.

8. Hidratação e reparador de pontas
As hidratações não resolvem o problema, mas amenizam bastante e previnem as pontas duplas, segundo Marilis. “Outra maneira de disfarçar é utilizar os reparadores de pontas, porém, o efeito é temporário, assim como os produtos feitos com silicone, que selam os fios”, explica. “Hoje em dia, existe um tipo de reparador que contém sérum (ou soro) reparador, que é capaz de hidratar. Além do silicone, esses cosméticos também têm polímeros de brilho, ceras e óleos naturais de jojoba, abacate ou oliva, que tratam o fio”, indica Sônia.

9. Cuidado ao pentear
Escolha sempre pentes com dentes largos e de madeira. “Os de cerdas naturais prejudicam menos os fios”, diz Fátima que aconselha: “Não esqueça de ter paciência na hora de desembaraçar!”. E Sônia ensina: “Penteie os cabelos começando pelas pontas e depois vá subindo”.

10. Alimente-se bem!
Como tudo nessa vida, a alimentação influencia. “A falta de nutrientes prejudica até o cabelo. Caso você desconfie que seu problema é esse, consulte um dermatologista. Ele poderá te ajudar a descobrir a causa da fraqueza dos fios”, diz Marilis.  “É importante seguir uma dieta equilibrada e beber muita água para manter a vitalidade do cabelo”, encerra Renata.
Autor:IG Delas
Fonte:IG Delas

2 comentários:

Mariana Vicente disse...

São ótimas dicas! Não tem nada melhor do que ter um cabelo hidratado, brilhoso e livre das pontas duplas...hehe
bjusssssss

http://vailentne.blogspot.com/

@vailent_ne

Fernanda Venâncio ☆ disse...

Adoreii as dicas flor!
Super úteis!!
Afinal quem é que não sofre desse probleminha né!

Bjossssss
o-babado.blogspot.com